O que é crédito fumaça?

Crédito fumaça como opção de capital de giro para o microempreendedor

 

O desafio dos micro, pequenos e médios empreendedores para conseguir boas linhas de crédito com taxas competitivas não é um desafio trivial.

 

Quando o assunto é oferta de crédito para capital de giro, o microempreendedor continua não tendo suas necessidades financeiras atendidas, ou atendidas por completo, seja pela grande burocracia do processo offline de tomada de crédito ou seja pelo processo com altas barreiras a entrada dos modelos online.

 

Dentro das principais modalidades de crédito para capital de giro, listamos algumas opções:

 

  • Crédito sem garantia: nesta modalidade, o tomador do crédito não precisa alienar imóveis, automóveis e/ou outras garantias para tomar o crédito, porém, as políticas de elegibilidade, que são os critérios usados por bancos e fintechs para selecionar as empresas aprovadas na concessão, continuam deixando uma parcela significativa de empresas sem oferta alguma;

  • Crédito com garantia em imóveis: aqui, o tomador precisará alienar algum imóvel que tenha em seu nome, como garantia do empréstimo. Os desafios são claros, como ter um imóvel próprio e a burocracia para receber a oferta do crédito;

  • Crédito com garantia em automóveis: nesta opção, o microempreendedor poderá alienar o seu automóvel como garantia, para receber uma oferta de crédito. Os desafios do ponto anterior se aplicam nesta modalidade;

  • Crédito fumaça ou crédito com garantia em recebimentos futuros: são linhas de crédito que usam os recebimentos futuros de uma empresa, como garantia para a oferta de uma linha de crédito.

Como funciona o crédito fumaça?

 

Na modalidade do crédito fumaça, o provedor do crédito analisará o histórico do fluxo de recebimentos de um estabelecimento a partir das vendas realizadas com cartão (débito e crédito), normalmente os últimos 12 meses, para fazer uma estimativa do fluxo de recebimentos futuros desta empresa.

 

A partir desta estimativa de fluxo de caixa futuro, o provedor de crédito (bancos ou fintechs) decidirá o tamanho da linha ofertada, de forma que esta seja compatível com o fluxo futuro projetado. Aqui, entrarão em cena os mecanismos conhecidos como Valor Diário Máximo de Retenção (VDRM), que é o valor acordado para ser retido diariamente para amortização do crédito e a trava de recebíveis. A taxa VDRM definirá o valor máximo do fluxo de vendas com cartão que o provedor de crédito poderá travar diariamente, durante o período de amortização do empréstimo.

 

Principais vantagens do crédito fumaça:

 

Algumas vantagens oferecidas pelo crédito fumaça são a maior acessibilidade e juros mais baixos. Essa modalidade é mais acessível porque, diferentemente da oferta de crédito sem garantia, por exemplo, o tomador pode ter algum tipo de restrição em seu nome e/ou estar negativado e ainda assim, receber uma linha de crédito. Dado que a oferta da linha de crédito está diretamente ligada ao volume de vendas com cartão realizadas pela empresa tomadora, o volume de vendas será um dos principais fatores para liberação ou não do crédito.

 

Diferentemente da antecipação de recebíveis, o crédito fumaça tem como garantia vendas que a empresas ainda não realizou (vendas não performadas).

 

Como é possível alavancar as ofertas de crédito fumaça?

 

Através de uma boa visualização da agenda de recebíveis de um estabelecimento, bancos e fintechs poderão entender com mais profundidade o perfil da empresa tomadora e assim, definir com mais precisão qual é o risco dessa operação. A partir dessa maior clareza em relação ao risco, esses provedores de crédito serão mais assertivos na oferta de crédito, oferecendo linhas mais individualizadas e uma melhor experiência.

 

A Detrava Aí surgiu para facilitar a vida do pequeno e médio empreendedor, permitindo que essas empresas possam ter acesso a soluções de crédito mais baratas e de forma mais ágil. A partir da nossa infraestrutura de dados, possibilitamos que fintechs, bancos, plataformas ERP dentre outros, não só visualizem e interpretem a agenda de recebíveis dessas empresas que possuem recebimentos de cartões, como também permitimos o envio de ofertas de antecipação e de crédito fumaça. Desta forma, ganham as soluções de crédito (tendo garantias mais robustas e mais informações sobre o público PME), ganham as pequenas e médias empresas, com acesso a um crédito mais justo e de forma mais eficiente.

 

Acesse nosso blog e entenda mais sobre o mercado de recebíveis, sobre as mudanças que estão abrindo este mercado e como elas poderão impactar o seu negócio!

Veja Também

Conheça 5 registradoras de recebíveis autorizadas pelo Banco Central

22 nov, 2022

Confira a nova regulação de arranjos de pagamentos publicada em 2022

9 dez, 2022

Registro de recebíveis de cartões: um resumo para iniciantes!

13 nov, 2022

O que são arranjos de pagamentos?

27 dez, 2022