O que é cessão fiduciária?

Entenda o que é cessão fiduciária

 

A cessão fiduciária é a transferência de titularidade ou propriedade, dos direitos creditórios do devedor (cedente) para o credor (cessionário), onde este último receberá os créditos cedidos.

 

Pequenas e médias empresas podem encontrar na cessão fiduciária de recebíveis de cartão de crédito, uma importante alternativa de acesso à linhas de crédito para empresas.

 

Através da cessão fiduciária dos recebíveis de cartão de crédito, essas empresas conseguem não só mais opções para antecipação desses recebíveis, como também opções para ofertas de crédito, como o crédito fumaça.

 

Do lado dos financiadores (credores), a cessão fiduciária de recebíveis de cartão de crédito representa uma garantia importante na mitigação do risco de crédito da operação. Através desta cessão, bancos, fintechs e outros credores poderão acessar uma base de clientes super relevante como as pequenas e médias empresas, sem impactar o seu risco de crédito e taxas de inadimplência.

Este tipo de operação traz algumas vantagens em relação a outros tipos de empréstimos com garantia para empresas como:

 

  • Rapidez na constituição da garantia;
  • Maior liquidez;
  • Maior agilidade na execução;

 

A regulamentação sobre as operações de crédito com garantia em recebíveis tem avançado (veja este e este artigo), resultado do trabalho do Banco Central, surtindo impacto positivo no desafio de fuga de garantias.

 

Cessão fiduciária e alienação fiduciária são a mesma coisa?

 

Apesar de serem conceitos semelhantes, cessão fiduciária e alienação fiduciária não são a mesma coisa.

Tanto a cessão fiduciária quanto a alienação fiduciária exercem o papel de garantia em operações de crédito, porém, com a diferença de que a alienação fiduciária se refere a bens móveis ou imóveis, onde o devedor passa o bem (aliena) ao credor e no caso da cessão fiduciária, o objeto do contrato é um direito creditório (como recebíveis de cartão de crédito, por exemplo).

 

Alguns exemplos de empréstimos para empresas que usam a alienação fiduciária são os empréstimos com garantia em automóveis ou empréstimos com garantia em imóveis. Ambos são boas opções no quesito taxa de juros, mas ainda assim, possuem um grau de complexidade maior do que empréstimos com garantia em recebíveis.

 

Conclusão

 

Apesar dos desafios encontrados pelas pequenas e médias empresas para acessar linhas de crédito que sejam adequadas ao seu perfil de empresas, as opções com garantia podem dar o fôlego necessário para este público. Dentro das opções de empréstimos com garantia para empresas, os empréstimos com cessão fiduciária de recebíveis de cartão de crédito são uma das melhores opções, dado os pontos destacados acima.

 

Para saber mais sobre o mercado de registro de recebíveis e como eles podem ajudar a alavancar o seu negócio, continue acompanhando nosso blog!

Veja Também

Conheça 5 registradoras de recebíveis autorizadas pelo Banco Central

22 nov, 2022

Confira a nova regulação de arranjos de pagamentos publicada em 2022

9 dez, 2022

Registro de recebíveis de cartões: um resumo para iniciantes!

13 nov, 2022

O que são arranjos de pagamentos?

27 dez, 2022