Você sabe por que você deve fazer uma boa gestão dos seus recebíveis?

Por que é importante fazer gestão de recebíveis em uma pequena empresa?

 

A gestão de recebíveis de cartões é o controle do fluxo de recebimentos futuros  que sua empresa tem a receber no seu caixa, dado suas vendas realizadas com cartões. Mesmo que sua empresa seja uma micro ou pequena empresa, é de suma importância que você entenda que o controle de contas a receber, quando bem feito, pode ser uma oportunidade para alavancar o seu negócio, reduzindo despesas desnecessárias que impactam diretamente o seu fluxo de caixa.

 

Além dos recebíveis de cartões, o seu fluxo de caixa pode ser composto por:

 

  • Pagamentos com PIX;
  • Boletos bancários;
  • Dinheiro em espécie;
  • Transferências bancárias;
  • Entre outros métodos de pagamentos.


A modalidade de pagamento com cartões cresceu de forma significativa nos últimos anos, fazendo com que a gestão dos recebíveis de cartões sejam uma atividade de grande relevância no controle financeiro das empresas. Essa aumento no volume transacionado com cartões se deve em parte a digitalização da economia, movimento que foi acelerado com a pandemia da Covid-19. Esse processo de digitalização, levou um número relevante de empresas para o mundo online, em busca de alternativas para as lojas físicas, que foram fechadas com o processo do lockdown.

 

Assim, essas empresas passaram a oferecer seus produtos e serviços através do mundo digital via marketplaces e/ou e-commerce, usando o cartão de crédito como um dos principais meios de pagamento, aumentando o seu fluxo de recebimentos de cartões!

 

Dado esse aumento da utilização e aceitação de cartões de débito e crédito como meios de pagamento, é essencial que você faça uma gestão eficiente dessa parcela importante do seu contas a receber.

 

Existem inúmeros desafios que os recebíveis de cartões podem trazer na sua gestão de caixa. Diante desses desafios, você precisa entender quais são esses riscos e, como poderá se prevenir, para não comprometer a saúde financeira do seu negócio.

 

Os desafios na gestão de recebíveis de cartões para pequenas empresas

 

É importante que você como dono(a) de empresa, entenda a relevância que uma boa gestão de recebíveis tem, evitando assim custos desnecessários para o seu negócio.

 

Hoje, gestores financeiros que acompanham o seu fluxo de recebimentos futuros de forma manual, têm vários desafios ao tentar consolidar todas as informações de recebimentos do seu caixa. Alguns destes desafios de uma gestão manual são:

 

  1. Tempo perdido consolidando cada recibo de venda em planilhas;
  2. Probabilidade de erros no preenchimento;
  3. Ficar exposto a riscos sem a conciliação das informações;
  4. Falta de acompanhamento de seus custos;
  5. Chargeback indevido;
  6. Dados não confiáveis.

 

Sabemos que estes desafios estão presentes no dia-a-dia de quem vende com cartão e essas desvantagens resultam em algo prejudicial para o seu negócio: Mais custos! De tempo e de recursos. Adicionalmente a todos esses riscos que a gestão financeira apresenta (especialmente quando feita de forma manual), a venda com cartões traz também um custo para sua empresa. Você sabe quanto custa vender com cartões?

 

Os principais custos que o pequeno empreendedor pode ter nas vendas com cartões

 

Para aceitar pagamentos com cartões, sua empresa terá alguns custos operacionais adicionais, que você como gestor financeiro precisa se atentar. Essas taxas são cobradas por cada venda realizada com cartões, não importa em qual plataforma de pagamento. Dentre os principais custos, destacamos:

 

1. Taxa de comissão (MDR)

 

A taxa de comissão, também conhecida como Merchant Discount Rate (MDR), é uma taxa administrativa cobrada pelo seu adquirente ou subadquirente, pelo uso da tecnologia para receber pagamentos com cartões de débito e crédito, ou seja, para qualquer transação executada com cartão, você receberá o valor da venda menos a taxa de comissão (MDR).

 

2. Taxa de antecipação

 

As taxas de antecipação são cobradas quando você precisa receber os valores de seus recebíveis antes do fluxo normal de liquidação, ou seja, de forma antecipada. Normalmente, as vendas de cartões no crédito ou débito são pagas pelos adquirentes e subadquirentes em 30 dias e quando for uma venda parcelada, conforme o número de parcelas (30, 60, 90 dias e assim sucessivamente).

 

Na contratação de uma antecipação de recebíveis, você pode receber os valores na hora, em 2 dias ou até mesmo 14 dias, tudo depende da proposta fornecida pela empresa que disponibiliza o serviço. Você que já recebe em menos de 30 dias, sabia que existe uma cobrança por esse recebimento antecipado?

 

Se hoje você recebe 100% do valor de suas vendas realizadas com cartão em D+1, D+2, ou seja, em menos de 30 dias, você está antecipando seus recebíveis. A antecipação é algo benéfico para o financeiro da sua empresa, porém, vale analisar o quanto esse custo esta afetando a lucratividade de sua empresa. Sempre acompanhe todos os seus custos bem de perto! Confira este vídeo que preparamos sobre o tema.

 

3. Taxa de parcelamento

 

As taxas de parcelamento são os valores adicionais cobrados por oferecer prazos de pagamentos mais alongado. Elas são calculadas conforme o número de parcelas escolhidas pelo seu cliente. Suponhamos que você saiba qual é a sua taxa no crédito a vista, este custo não será o mesmo quando você vende parcelado. Fique atento!

 

Quais os primeiros passos para fazer uma gestão de recebíveis de cartões sendo um microempreendedor?

 

O primeiro passo é entender como controlar seus recebimentos de cartões e o impacto que esse controle tem no seu negócio, como citado neste artigo.

 

Não se preocupe, a evolução do mercado financeiro resultou em grandes impactos positivos para todos estes desafios. Com a ajuda do open finance, por exemplo, você conseguirá explorar ferramentas e softwares que te ajudarão neste processo.

 

Um exemplo de softwares utilizados para a gestão de recebíveis de cartões são as plataformas ERP. Esses softwares podem ajudá-lo(a) a administrar os recursos de sua empresa. Confira este artigo que preparamos pra você e saiba mais sobre os benefícios que estas plataformas podem trazer no seu dia-a-dia.

 

Sempre que precisar de uma ajuda quando o assunto é gestão financeira, confira as matérias publicadas em nosso blog! Traremos tudo que você precisa saber sobre o mercado de gestão financeira e recebíveis de cartões.

Veja Também

Conheça 5 registradoras de recebíveis autorizadas pelo Banco Central

22 nov, 2022

Confira a nova regulação de arranjos de pagamentos publicada em 2022

9 dez, 2022

Registro de recebíveis de cartões: um resumo para iniciantes!

13 nov, 2022

O que são arranjos de pagamentos?

27 dez, 2022