O que é uma unidade de recebível?

Descubra o que é uma unidade de recebível

 

Se você é um empresário(a) ou empreendedor(a), provavelmente já ouviu falar do termo "unidade de recebível". O termo unidade de recebível ganhou popularidade com o registro de recebíveis, após a regulação implementada pelo banco central em Junho de 2021. Uma unidade de recebível é uma unidade de medida, que representa um valor a receber no futuro das adquirentes, referente às suas vendas de cartões de crédito ou débito. A unidade de recebível é composta de:

 

  1. Adquirente ou subadquirente;
  2. Arranjo de pagamentos (conhecido como as bandeiras);
  3. Data de recebimento (também visto como data de liquidação);
  4. CNPJ ou CPF do beneficiário final (a empresa ou pessoa que fez a venda).

 

As unidades de recebíveis podem ser antecipadas, na modalidade de antecipação de recebíveis, ou usadas como garantia em contratos de crédito, na modalidade chamada de crédito fumaça.

 

Como funciona uma unidade de recebível?

 

Para entender melhor como funciona uma unidade de recebível, imagine que você é um prestador(a) de serviços e tem uma fatura de R$ 10.000,00 para receber em 30 dias. No entanto, você precisa desse dinheiro para capital de giro, para pagar fornecedores e outras despesas da sua empresa.

 

Como alternativa a opção de esperar o prazo de 30 dias para receber esse dinheiro, você pode vender essa fatura para um financiador especializado em comprar recebíveis. Essa empresa irá pagar a você um valor um pouco menor do que os R$ 10.000,00 da fatura original (digamos, R$ 9.500,00, por exemplo), mas irá depositar o dinheiro na sua conta imediatamente. Assim, você pode usar esse dinheiro para pagar as suas despesas sem ter que esperar o prazo de 30 dias. Essa operação é conhecida como antecipação de recebíveis.

 

Essa transação é benéfica para ambas as partes envolvidas. Para a empresa que compra a unidade de recebível, ela terá a oportunidade de receber um spread pela antecipação do valor a receber e obter lucro ao pagar menos pelo valor nominal da fatura. Já para você, como prestador(a) de serviços ou comerciante, você terá a chance de receber o dinheiro que precisa mais rapidamente, sem ter que esperar o prazo de 30 dias.

 

Além disso, as unidades de recebíveis também são uma forma de minimizar o risco de inadimplência. Quando você vende uma unidade de recebível, a empresa compradora assume o risco de inadimplência do cliente que deveria pagar a fatura. Isso significa que, se o cliente não pagar a fatura, a empresa compradora terá que arcar com esse prejuízo, não você (na prática, existem algumas formas para o financiador se prevenir desta situação, como por exemplo, o direito de regresso).

 

Subadquirente também possui unidades de recebíveis?

 

Uma dúvida que pode surgir, principalmente para empresas que são subadquirentes, é: as transações que eu gero com os adquirentes, também são unidades de recebíveis? A resposta é sim, inclusive elas estão sujeitas ao registro de recebíveis.

 

Para saber mais oportunidades de como ajudamos subadquirentes a aumentarem receita e fidelizarem usuários, veja esse artigo.

 

As unidades de recebíveis como meios para a concessão de crédito

 

A antecipação de recebíveis é uma modalidade de crédito muito comum para pequenas ou médias empresas. Outra oportunidade pouco conhecida é a do crédito fumaça, que usa os recebíveis futuros como garantia de linhas de empréstimos. Esta última deverá crescer exponencialmente nos próximos anos, contando com a ajuda do open finance.

 

Em resumo, as unidades de recebíveis podem ser uma ótima opção para quem precisa de dinheiro de forma rápida e sem burocracia. No entanto, é importante avaliar os custos e taxas envolvidas antes de tomar uma decisão. Além disso, é essencial escolher uma empresa confiável e com boa reputação no mercado para realizar essa transação.

 

Destrava Aí é a solução completa para escalar ofertas de crédito com recebíveis de cartões. Fintechs, subadquirentes, FDICs, distribuidores e franqueadores usam nossa infraestrutura para aumentar a concessão e a recuperação de crédito. Nossa solução permite que empresas que querem aumentar sua concessão e recuperação de crédito possam fazê-lo de forma segura e escalável através de nossa infraestrutura especializada em recebíveis de cartões.

→ Fale com um especialista e conheça nossa solução!

Veja Também

Chargeback: O que fazer quando o cliente cancelar a compra de cartão de crédito

7 jan, 2023

Conheça 5 registradoras de recebíveis autorizadas pelo Banco Central

22 nov, 2022

O que é cessão fiduciária?

12 jan, 2023

Qual a diferença entre alienação e cessão fiduciária?

21 jun, 2023